O que é o mini Dólar na Bolsa de Valores?

Tempo de leitura: 2 minutos

Para que serve o Dólar e o Mini Dólar na Bolsa de Valores, porque eles são comercializados e porque as pessoas gostam de negociá-los.

O Dólar e o Mini Dólar na Bolsa foi inventado e colocado a disposição para negócios, por um motivo:

Suponhamos que você tenha uma empresa e você precisa comprar algum produto e ou matéria prima em Dólar.

Assim, quando você compra algo em Dólar, você passa a ter uma dívida em Dólar e corre o risco cambial.

O risco cambial, é o risco que você corre por conta da variação do valor da moeda, por exemplo:

Você tem uma dívida de U$1.000,00 e o Dólar está a R$4,00 e então, sai uma notícia que faz o dólar pular para R$8,00, sua dívida duplica e você passa a dever U$2.000,00 que seria R$8.000,00.

Dessa forma, o governo abriu os contratos de Dólar dentro da Bolsa de valores.

Os contratos servem para proteger as empresas contra as variações do mercado.

Esses contratos são negociados diariamente por Bancos, empresas e pessoas físicas, qualquer um que queira.

O risco câmbial é mt recorrente
Risco Câmbial do Dólar e Mini Dólar

Sendo assim, o que uma empresa faz para não correr o risco cambial?

Imagine uma empresa importadora que se prejudica com a alta do dólar, ela pode ir no Mercado Futuro da Bolsa de Valores e comprar Mil Dólares no contrato de Dólar e se o mesmo valorizar, a empresa também ganha com a valorização.

Dessa forma, a empresa ganha na Bolsa e perde no seu negócio, ou seja, se protegeu da variação do cambio.

Como tem muitas empresas e instituições se protegendo do risco cambial, existem muitos contratos disponíveis para negociar.

Então, muita gente entra no mercado, compra um mini contrato de Dólar e valorizando , vende e já obtem lucro.

O Dólar em si, é muito caro na Bolsa, por isso existe o Mini Dólar que significa 5x menos do que o valor do Dólar cheio e que pra pessoa física já oferece bons frutos.

Para lucrar, só é preciso estratégias para descobrir se o Dólar vai cair ou subir e assim conseguir lucrar, independente se vai haver uma valorização ou desvalorização.

No post interior, falamos sobre os Mini contratos de Índice, confira!

Fique por dentro das próximas dicas também,

Abraço!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *